Ou você muda, ou a vida muda você!

A vida seguiu seu rumo, eu consegui várias coisas pelas quais eu sempre lutei e vi que nenhuma dessas coisas me transformou na pessoa que eu pensei que me tornaria se tudo que conseguisse fosse realidade. Eu condicionei a minha felicidade a acontecimentos e realizações externas, a lutas- algumas praticamente impossíveis e até por isso, sem a menor razão, quase um desperdício de energia- e lutei por tudo para que provasse para mim mesmo que era capaz de vencer.

Eu li essa última postagem, de 2010 e não entendi nada. Por que deixar a minha vida sob responsabilidade dos outros? Mas foi muito importante reler um post antigo, pois eu vi que na verdade, foi exatamente isso o que eu fiz. Eu, por um tempo deixei a minha vida sob responsabilidade de outra pessoa e durante um bom tempo lutei com todas as minhas forças para “provar” que era capaz de retomar o controle da minha vida. Tanta luta, tanta competição… Acho que ganhei, mas no final, cadê o pódio? Aonde estão as medalhas? Os aplausos e o depois do fim?

Lutei, venci e provei que sou capaz mas esqueci que não precisava provar nada para ninguém. Esqueci que o caminho era tão belo e tão complexo quanto a chegada. Cheguei, mas e daí?  Olho para trás e tenho sim, orgulho das minhas atitudes, mas de algumas paisagens eu simplesmente não me lembro. Na verdade eu só me lembro de, durante o caminho estar tão obcecada pela linha de chegada que não me concentrei no caminhar. Durante muito tempo, caminhei sozinha, e fiquei tão condicionada às metas e chegadas que durante um bom tempo esqueci quem eu era durante o caminho, focada em quem seria quando vencesse.

Hoje em dia, eu vi que nada faz sentido e que a vida pode muito bem ser injusta, ou não, mas que a consequência do passado não é o futuro e sim o tempo que fica entre o passado e o futuro- o presente. Que só pode ser vivido naquele momento e as sensações que só podem ser sentidas uma vez para depois virar uma vaga lembrança e no fim, mais que a lembrança de um futuro promissor, o que vivemos é um presente encantador, ou não. E as minhas lembranças do meu passado se resumem à esperança de um futuro brilhante que nunca mais chegará. E por isso doeu e dói tanto!

E o medo de sofrer pelo futuro inexistente, me fez viver um presente cada vez mais constante e solitário e não mais esperar tanto por um futuro promissor. Mas chegou um momento em que o futuro virou um medo e todo presente que remetesse a um futuro promissor ou a qualquer possível projeção de uma vida perfeita, virou um tormento, pois eu não aguentaria mais ter que esquecer o futuro que nunca acontecerá.

E como proteção, para não sentir a dor da perda do futuro amoroso e promissor eu fiz tudo que podia fazer para pensar nas metas que gostaria e para encontrar as respostas dos “e ses” que eu não vivi. Eu obtive as resposta que eu queria, tive todas. Parece que o tempo voltou e que eu pude retomar ao ponto anterior a decisão que mudou o curso da minha vida e que, eu tanto me perguntei porque teria escolhido.

E essa passagem para o passado no futuro, esse lapso temporal em constante mudança e o retorno à proposta que havia deixado de viver me fizeram ver que tudo, absolutamente tudo é uma experiência. E cada experiência compõe quem eu sou. O retorno e a segunda chance não farão com que a dor da perda do futuro deixe de existir. Porque aquele futuro nunca vai existir senão nas minhas lembranças do meu passado. E o meu passado traduzido na possibilidade de um futuro iminente faz parte do que eu sou e não, não vai adiantar fingir que não me importo. Olhar para fora e buscar no mundo externo o que eu julgava ter perdido enquanto olhava para dentro.

Todas são oportunidades e esquecer de mim, esquecer do meu corpo não vai fazer com que essas lembranças desagradáveis deixem de existir. Ficar acima do peso e não olhar para dentro, além de não fazer com que as lembranças ruins sumam ainda não me deixarão livres para viver uma nova experiência. NOVA!  E pode ser tudo o que tiver que ser, menos igual a experiência anterior.

Não tem mais recompensa, não tem pódio e nem linha de chegada. E nem tem com quem competir. Eu já venci as duas competições, e já sei quais são as consequências dos “e ses” dos dois ou três. E agora eu vivo uma realidade e prioridades que eu nunca havia planejado, mas que é simplesmente a parte mais importante da minha vida. E agora chegou a hora de parar de competir, de parar de olhar para fora e começar a olhar para dentro. E permanecer gordinha não vai me impedir de sofrer…. da mesma forma como não me impediu anteriormente. Ser a pessoa que eu era- com o peso que eu tinha e as conquistas que eu tive- não vão me fazer voltar as dores que eu tive, da mesma forma que carregar e assumir os quilos extras não farão com que eu nunca mais sofra.

Eu fui muito feliz e com certeza serei feliz novamente. Eu sou muito grata a tudo e todas as pessoas maravilhosas que entraram na minha vida. Até as que me fizeram mal, me fizeram bem e não vou mais ter medo de sofrer pelo futuro inexistente porque eu mereço, e já sou, muito feliz! Estou, sem dúvida no melhor momento da minha vida, um momento de renovação e de muito, mas muito amor. E eu mereço me amar e gostar do meu corpo. Emagrecer não é mais o pódio, o estilo de vida é o caminho e eu vou ser ainda mais feliz e plena!

E a partir de agora, vivendo com mais leveza e me amando cada vez mais… Eu vou seguir um novo caminho e me abrir novamente para as coisas boas que o meu corpo pode me proporcionar e já está proporcionando. Só falta eu começar a me reconhecer nas fotos! Vou ficar assim, novamente pois é assim que eu me reconheço e que me vejo.. É assim que eu sou feliz (no lapso temporal que for) e é assim que todos irão me reconhecer:ImagemImagemImagemImagem

O que eu sinto mais falta é do meu rosto, nesse dia… pois esse dia, assim tão simples e tão despretenciosamente, foi um dos dias em que eu mais me amei…. e só dependeu de mim.. eu, sozinha, um espelho e uma câmera (sem filtro).

Eu preciso muito me amar novamente, me ver novamente e me amar, independente de quem me ame ou do quanto me sinta amada. E isso não é um manifesto da solidão, pois eu já disse que venci todos os “e ses” e agora eu sinto só vontade de me amar novamente, e assim atrair pessoas que me amem, como eu sou!

Eu já comecei e quis fingir que não precisava de emagrecer… Mas eu preciso urgentemente ser feliz com a minha imagem novamente… Na verdade, transmitir para o mundo a felicidade que eu sinto… Hoje, um saxofone é o que me faz mais feliz! E ele ainda não havia entrado na minha vida nessa época aí da foto… Mas agora, que entrou, ele merece que eu seja tão, mas tão feliz e irradie a felicidade como nessa foto. Eu sinto saudades de mim….

Emagrecer não é o fim… é o meio….

Mudar e me cuidar é preciso, senão a vida vai me mudar mais uma vez! E vida, por favor, agora vamos fazer essa mudança com muito amor, porque na dor eu já aprendi! 🙂

Imagem

 

-Tem um saxofone, uma tatuagem e mais 14Kg aí e essa é provavelmente uma das únicas fotos de agora e feliz que você vai ver por aqui porque depois das da festa de sábado eu não tiro mais nenhuma com câmeras alheias! rs…. Estou tão feliz, o sax mudou tanta coisa, que acho muito injusto não transmitir essa felicidade para o mundo!

 

Chegou a hora de mudar de dentro prá fora…..

 

Vou postando as novidades e muito mais que uma dieta, aliás muito mais que tudo que eu já fiz, agora a felicidade é o caminho e o caminho é o amor. E se eu fosse você, me acompanhava porque vão acontecer muitas coisas legais, muito mais legais que comidas calóricas porque eu não preciso disso prá ser feliz e, consequentemente, vão embora rapidinho, 14 Kgs. E você vai ver alguém se (re)conhecendo e mostrando que comida é fuga e, como a gente só foge do que não gosta ou do que tem medo, eu não vou mais fugir de mim e nem tampouco da minha felicidade!

 

Ahh… amanhã tem aulinha de sax e depois de amanhã, começo na yoga, vou conhecer a Bikram Yoga e escrevo as minhas impressões…

Não estou muito bem!

Saí do meu emprego, estou buscando uma nova recolocação. Na verdade já estava querendo sair do meu trabalho, mas como as coisas aconteceram foi meio complicado. Quero muito me mudar para o Rio ou SP e estou mandando curriculos para essas regiões.

Estou comendo feito louca novamente! Não dá! Preciso me reequilibrar.

Marquei para terça-15 uma consulta com um ótimo terapeuta, que trata as doenças como um todo e volto após a avaliação dele para dizer o que vou fazer para mudar.

Parabéns para mim!!!

Já passa da meia noite então já é meu aniversário!! Hoje completo inacreditáveis 27 anos!!! Estou um pouco aflita por não ter conseguido nenhuma entrevista de emprego até agora, estou realmente precisando de dinheiro e, pensei que com o upgrade no currículo fosse ser mais fácil. Estava preparadíssima para chegar e já começar um batalhão de entrevistas, mas para a minha surpresa não venho obtendo respostas para os meus envios de currículos, nem mesmo as que eu julgava como certas.

Mas eu tenho certeza que o meu futuro está nas mãos de Deus e que Ele tem algo muito especial guardado para mim e só está esperando o momento certo para os Seus planos se concretizarem na minha vida. Eu que tenho que aprender a esperar e, principalmente confiar! Sinto que estou fazendo o que tem que ser feito e que, em breve verei os resultados!

Bom, acabando o momento reflexivo-desabafo, ontem comecei a dieta dos pontos. Comecei seriamente, não estou falando nada com ninguém e tenho certeza que com esta dieta, já tão conhecida conseguirei eliminar os 15 kg que preciso!

Estou anotando minha alimentação em um outro blog e calculando os pontos dos alimentos por lá. Hoje/Ontem, me senti muito bem e comi até mesmo sucrilhos com leite desnatado. Meu namorado tem feito uma certa pressão- e com uma certa razão- para que eu cozinhe e eu estou aproveitando para me “apaixonar” um pouco por essa arte e, no meu tempo ir fazendo as minhas artes na cozinha. Até porque se eu cozinhar eu posso fazer minhas comidas mais saudáveis e gostosas, e ele vai acabar me acompanhando nessa e não criticando tanto e comendo frituras! E sinto que cozinhar é fundamental para emagrecer, é mais uma forma de prestar atenção no que eu estou comendo.

Ontem eu fiz um bolo de cenoura mas hoje nem toquei nele, com muita dor no meu coração confesso! Mas o meu peixe assado ficou realmente sem precedentes!

Hoje choveu demais por aqui e não saí prá correr. Estou doida prá voltar prá academia, mas preciso arrumar um emprego antes. Quero ver se corro pela manhã, ou mais cedo do que estou indo porque, infelizmente está ficando muito perigoso sair à noite para praticar exercícios nas ruas. Sexta feira aconteceu uma coisa muito chata, eu e minha amiga fomos alvo de um “tarado”.  Prefiro nem comentar à respeito, mas fico muito triste com essas coisas, pq bem ou mal acaba desestimulando.

O meu limite de pontos é 343 e hoje eu fechei o dia com 340! Estou feliz e empolgada para, enfim e definitivamente, emagrecer para sempre!!!

 

 

*nunca consigo colocar fotos nesse blog, gosto do wordpress mas acho que vou aproveitar esse momento de transição e vou voltar pro blogspot. Tb preciso visitar mais blogs, eu sinto que já estou desacreditada na blogosfera.. tenho escrito mais prá mim e ficado mais quietinha por isso…

Tô mais gorda que a lua!

A partir de amanhã me comprometo a ficar pelo menos até sábado sem comer um doce e sem comer nada despois das 9 da noite. Estou uma bola e estou voltando pro Brasil em um mês. Eu só vou me comprometer até sábado pq no sábado estou indo prá NY, e depois vêem uma nova fase..

Vou tentar a Dieta de Sonoma novamente, e dessa vez vou seguir em frente e vou conseguir.. vou chegar no Brasil pelo menos um pouco mais magra. Me comprometo também a reiniciar minhas corridas na esteira, mesmo que por quinze minutos.

Até amanhã!

Sonoma Diet

Já que estou nos EUA achei que seria uma boa tentar essas dietas, estudos ou seja lá o que for que é adequado ao estilo de vida deles e que a gente sempre lê nas revistas, acha super difícil de fazer já que não tem as coisas nos supermercados no Brasil e o que tem é muito caro, além de ser bem difícil para os brasileiros passar a hora do almoço sem o arroz com feijão, bom pelo menos prá mim é bem complicado.

Já que aqui é difícil comer arroz com feijão e, principalmente ninguém no trabalho tem hora do almoço achei que seria uma boa tentar uma alimentação saudável baseado no que eles tem aqui.

Eu já tinha lido a respeito da Dieta do Mediterrâneo, acho que todos vocês já devem conhecer pelo menos um pouquinho. Fala da necessidade de comer sempre cereais, de se alimentar bem baseado na alimentação no Mediterrâneo, muitos grãos, nozes, amendoim, azeite e até mesmo uma taça de vinho a cada três dias. Baseada na Dieta do Mediterrâneo foi criada a Dieta de Sonoma. Tem esse nome porque foi ‘inspirada’ no estilo de vida de um lugar na California com o mesmo nome, conhecido pelo estilo de vida saudável dos seus moradores.

Bom a dieta é dividida em três fases, também chamadas de ondas. Na primeira onda, a mais difícil, deve-se limpar o organismo. Privar o corpo durante 10 dias de carboidratos e açúcares. O objetivo dessa fase é desintoxicar o organismo e preparar o corpo para a próxima fase, fazendo com que a absorção de carboidrato se dê de forma mais controlada e que o corpo só consuma o que ele realmente precise, eliminando os excessos.

Não é simplesmente cortar os carboidratos. É fazer uma troca gradual para que o corpo obtenha os nutrientes que precisa provenientes de meios mais saudáveis de alimentação, no caso grãos, proteínas e cereais em geral, desde que sejam integrais. É permitido nessa fase, que se coma todos os tipos de grãos, deve-se priorizar peixe e até mesmo carne de porco é permitida. Além de uma grande quantidade de legumes e verduras.

É simples, visto que as refeições precisam ser feitas em pratos de 23 cm e bowls para café da manhã  e lanche. Dentre os alimentos permitidos deve-se dividir no café da manhã em 75% de proteína e 25% de grãos, no almoço- ou lanche- e no jantar deve-se consumir, em um prato de 23 cm, 40% de proteína e 60% de vegetais. No jantar pode-se fazer a divisão em 30% proteína, 30% grãos e 60% vegetais.

Depois de 10 dias espera-se que o organismo já esteja pronto para receber carboidratos e absorvê-los de forma mais benéfica. Sendo assim, passa-se a consumir frutas e carboidratos em menor quantidade. Podendo-se consumir também uma taça de vinho a um pedaço de chocolate amargo a cada três dias, com o objetivo de melhorar a absorção dos nutrientes. A segunda fase deve ser mantida até que se atinja o peso desejado, não tendo uma duração específica.

É recomendado que se faça exercícios físicos, porém de acordo com o ritmo individual. Na terceira e última fase, a absorção dos nutrientes já deve estar sendo feita de forma correta pelo organismo, dividindo-se assim as necessidades de cada um e potencializando a perda de gordura e gasto calórico. A pessoa já deve estar acostumada com o que come e já deve ter aprendido a olhar a alimentação de forma prazeirosa, prestando atenção no que está sendo ingerido e o próprio organismo automaticamente se encarregará de eliminar os excessos.

Esse texto eu escrevi baseado em informações que encontrei na Internet sobre a dieta e é possível que tenha alguma falha na tradução. Mas é basicamente isso, e eu achei uma ótima idéia essa dieta que não é dieta. Antes de mais nada os sites que busquei informações para o texto: The Sonoma Diet e 3 Fat Chiks on a Diet Wheight Loss.

Como aqui essas coisas são bem mais baratas e eu já tava com um pouco de preguiça de ficar adaptando uma ou outra dieta, achei que seria legal seguir essa Dieta de Sonoma, gostei muito do que eles propõem e acho bem possível de se fazer. Muito possível mesmo. A granola daqui é uma delícia e agora parei de me preocupar se é mais ou menos calórica que a do Brasil e vou seguir o que diz a dieta de Sonoma.

Comecei hoje. Estou no primeiro dia da primeira fase, pensei que fosse ser pior, mas realmente a falta de ter um horário de almoço e de ter coisas prá almoçar me fizeram me sentir bem melhor em relação a escolher uma alimentação saudável. Porque querendo ou não é muito estranho nunca ter horário de almoço e comer arroz com frango e salada direto do potinho em horários que podem ser tanto às 11h da manhã qt às 5h da tarde. Almoço prá mim é mais cultural, o corpo sente falta mesmo… e outra ninguém aqui na minha casa repara o que eu como ou o que eu deixei de comer, até porque moro com uma alemã e uma tailandesa, que como as coisas mais estranhas que já vi na vida.

Mas estranhesas à parte, hoje eu resolvi imitar um pouquinho o que ela faz. Ela sempre coloca um monte de vegetais na frigideira e mistura com um milhão de temperos e umas coisas estranhas tipo um macarrão. É tipo um yakissoba mas não é bem um yakissoba, jamais saberei explicar. Mas pois bem, eu misturei todos os meus vegetais com um pouquinho de molho de tomate e o frango e ficou maravilhoso!!! Eu adorei com todas as minhas forças!!! Só não fui fazer esteira hoje pq fiquei muito tempo no Skype e acabei perdendo a hora. Mas enfim, prá primeiro dia acho que me saí bem.

Comi granola com leite fat free (acho que não é igual o leite desnatado do Brasil, o gosto pelo menos é bem pior e ele é meio cinza por isso que eu estou estou escrevendo fat free), levei uns grãos pro trabalho e comi essa mistura que eu falei acima no jantar.

Tô bem!!! Gostei muito da proposta da dieta. Muito mesmo, vou seguindo e falando aqui as minhas impressões. E sem contar que não é uma dieta, na verdade nem sei se o nome pode ser traduzido em dieta mesmo, pq é uma reeducação alimentar total. Uma desintoxicação e depois uma reeducação, um estilo de vida.  Vou procurar o livro prá comprar e ler com muita calma, pq é tudo em english pq realmente gostei da idéia. E sem contar que é uma super motivação prá mim aqui não é verdade?!

Não sei qt eu tô pesando, vou procurar uma balança prá comprar e depois vou colocando aqui as minhas pesagens. Tirei foto de biquini na web cam, mas ficou horrorosa e eu estou com vergonha de postar. Mas ja já eu compro a câmera por aqui e as coisas melhoram.

Image24

Dos Estados Unidos

Estou aqui nos EUA, a saudade tah apertando mais do que eu pensei que pudesse apertar. Estou aqui `a uma semana mas juro que parece jah ter um mes… Estou sem acentos, como todos devem saber os teclados aqui n’ao tem.  Ainda n’ao tenho dinheiro pr’a comprar um laptop, na verdade s’o recebo na pr’oxima semana. Estou com muita saudade de tudo. Estou morando com uma tailandesa, uma alem~a e uma tailandesa e n’ao consigo me comunicar em casa… isso t’a me dando uma grande agonia, pois estou vendo aqui que o meu ingles ‘e muito pior do que eu pensava…

A respeito da comida, estou tentando me adaptar, ainda n’ao fui a nenhum fast food e na verdade pretendo nunca ir. Mas ‘e muito dif’icil MESMO se alimentar bem aqui… Eu tenho comido Ceasar Salad quase todo dia… Hoje troquei minha roupa e estou indo malhar daqui a pouco…

Nao estou comendo porcarias, mas eu tenho que me adaptar melhor… e estou com muita saudade de todos…